Herpes Genital: contágio, sintomas e tratamento

A terapia supressiva pode ser indicada também em casos de parceiros sexuais com sorologias discordantes, ou seja, um deles infectado pelo herpes e o outro não. A terapia supressiva reduz em mais de 50% o risco de transmissão. Quando associada ao uso de camisinha, o risco de transmissão do herpes genital torna-se pequeno.

Cuidados pessoais

Além dos medicamentos antivirais, alguns tratamentos caseiros podem ser usados para aliviar os sintomas de um surto de herpes genital. Banho de assento com água fria pode diminuir temporariamente a dor das feridas. As mulheres que estão tendo dor para urinar podem sentir menos desconforto urinando durante o banho de assento ou em um chuveiro com água morna.

Sabões e banhos de espuma deve ser evitados. Também é importante manter a área genital limpa e seca, e evitar roupa interior apertada. Cremes e pomadas geralmente não são recomendados. Se a dor estiver muito incômoda, analgésicos ou anti-inflamatórios podem ser usados.

Referências

  • Seroprevalence of herpes simplex virus type 2 and characteristics associated with undiagnosed infection: New York City, 2004 – Journal of the American Venereal Disease Association.
  • Genital Herpes – CDC Fact Sheet (Detailed) – Centers for Disease Control and Prevention (CDC).
  • Genital herpes – Lancet.
  • Herpes Simplex – Medscape.
  • who guidelines for the treatment of Genital Herpes Simplex Virus-World Health Organization (WHO).
  • Final Recommendation Statement Genital Herpes Infection: Serologic Screening – U. S. Preventive Services Task Force.
  • Treatment of genital herpes simplex virus infection-UpToDate.
  • Epidemiologia, manifestações clínicas e diagnóstico da infecção pelo vírus herpes simplex genital – actualização.